Grande Expediente

119

Reunião Ordinária

         24 de janeiro

Vereador Alessandro Fortes (Sandrinho do Som)

– Agradeceu ao Executivo a colocação da academia ao livre no Bairro Santo Antônio, bem como as demais parcerias feitas para o desenvolvimento da cidade.

Vereador João Francisco (Sapê)

– Destacou a importância da apresentação do requerimento apresentado por ele solicitando informações sobre o Programa FINISA – Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento, recursos previstos na Lei nº 2.834/21, para a recuperação do calçamento das principais ruas do centro; e

– Destacou a relevância da alteração da Lei Complementar no 12/00 para normatizar a movimentação de terra, pois o Art. 115 veda a execução de movimentos de terra de outubro a março, mesmo para obras ou projetos de parcelamento de solo já aprovados. Justificou que na prática esta lei não funciona, engessando o próprio município e os trabalhadores da construção civil em geral. Completou que apresentou o Projeto de Lei após ouvir os profissionais da área e discordou da decisão pelo veto parcial, do Executivo. Considerou que está havendo uma inversão de valores com a preservação da vida e a dignidade humana, enfatizando a necessidade de atração de novos investidores para o município, para a geração de emprego e renda.

Vereador Vivaldo Azevedo  

 – Abordou a necessidade de melhorias nos calçamentos no Saré, Jardim Paulo Maia, Jardim das Nações e demais bairros, bem como nos pontos de ônibus;

– Cobrou a construção de casas populares e muros de arrimo em diversas localidades; e

– Sugeriu a participação de um representante do Executivo na Casa, para apresentação do planejamento para 2022.

Vereador Osmar da Silva (Boé)

–  Cobrou do Executivo a capina em geral no município, principalmente no Santa Tereza; e da Secretaria de Saúde agilidade na entrega de medicação para os pacientes gripados ou com COVID-19, e o retorno dos plantonistas.

Vereador Nilton Américo

– Citou as duas Moções de Congratulações apresentadas por ele na Reunião Ordinária. Destacou a importância do trabalho desenvolvido pelo proprietário da Fazenda Santa Helena, Marcelo Leite Henriques, no município, na criação dos cavalos da raça Mangalarga Marchador; e deu boas-vindas ao proprietário do Haras Monte Branco, Carlos Roberto Alves, pela colaboração para o desenvolvimento da área rural.

Vereador Fábio Curi

Lider do Governo

– Adiantou que o veto parcial ao Projeto de Lei que altera a Lei Complementar no 12/00 para normatizar a movimentação de terra, no Art. 115, não proíbe a possibilidade de movimentação de terra e completou que caberá a Comissão Especial o estudo do veto; e

– Informou a retomada do plantão da Saúde para o atendimento aos pacientes com COVID-19 e acrescentou que muitos servidores públicos estão de licença em virtude da pandemia.

Vereador Júlio Nogueira (Júlio da Corneta)

– Pediu a ampliação do horário para a coleta de água nas fontes do Parque das Águas;

– Cobrou melhorias para a iluminação pública da cidade, pela CEMIG;

– Reconheceu a importância da apresentação do Projeto de Lei Complementar no 10/21, que altera a Lei Complementar no 12/00 para normatizar a movimentação de terra. A Lei Complementar no 12/00 institui o Código de Obras do Município de Caxambu, confiante que o veto será derrubado;

– Criticou a redução do número de vagas dos taxistas nos pontos centrais da cidade; e

– Reforçou que continuará exercendo a função fiscalizadora no exercício da vereança.

Secretário Vinicius Hemetério

– Cobrou melhorias na iluminação pública da cidade;

– Cobrou o conserto do calçamento na Rua Major, próximo do antigo Grêmio;

– Pediu uma decisão definitiva do Executivo em relação ao contrato com a COPASA;

– Cumprimentou o colega Alessandro Fortes (Sandrinho do Som) pela co