31 DE MAIO – DIA DO AEROPORTO – CONHEÇA A HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DO AEROPORTO

230

História sobre a construção do Aeroporto de Caxambu

     “O projeto para a construção do Aeroporto de Caxambu teve início no ano 1938, no Governo de Benedito Valadares, interventor indicado por Getúlio Vargas, quando este foi encaminhado pelo DAC – Departamento de Aeronáutica Civil, ao Secretário de Obras Públicas de Minas Gerais. Os trabalhos foram coordenados pelo Engenheiro Roberto Pimentel, chefe de Rotas e Circuitos do DAC – Departamento de Aeronáutica Civil, e auxiliado por Mário Maneira, encarregado da Supervisão dos Campos de Aviação da região. Na época, o diretor do Departamento de Aeronáutica informou que não era possível a realização do projeto, pois não havia verbas necessárias. O Aeroporto de Caxambu tinha sido orçado em 40:000$000, mas ainda não tinham sido considerados os custos da limpeza do rio Baependi, as drenagens necessárias do campo, bem como o cercamento da área, além da sinalização. O DAC poderia apenas dar suporte técnico para as obras e nada mais. Então, Caxambu teve que esperar 12 anos pelo seu aeroporto.”

(Fonte: https://familiaayresontemhojesempre.blogspot.com/2017/11/voando-para-caxambu-historia-de-seu.html)

(Foto: Acervo do Centro de Documentação e Memória da Câmara Municipal de Caxambu)

     No entanto, no ano de 1948, o projeto do Aeroporto de Caxambu volta a ter andamento quando os vereadores da época: Gabriel Alves Fernandes, Venâncio Menezes de Figueiredo, Dr. Renato Guimarães (Engenheiro do Ministério da Aeronáutica), Manuel Olinto, Carlos Cardoso de Oliveira, Abelardo Sá Guedes, Pedro Paganelil, Nicolau Salomão Niman e Edmundo Pereira Dantas, discutiram em reunião legislativa, com a presença do então Prefeito Municipal Lisandro Carneiro Guimarães (personalidade que contribuiu para a construção), a necessidade da procura de um local para a sua instalação. As obras do Aeroporto de Caxambu foram concluídas ainda em 1948, porém, a inauguração oficial aconteceu no dia 29 de janeiro de 1951, em uma solenidade com a presença das autoridades e da população, após o Ministério da Aeronáutica liberar o tráfego.

     O jornal impresso O Patriota, cujo fundador foi José Vieira Manso, da cidade de Baependi, soltou uma nota no exemplar nº 1.383 do dia 14 de janeiro de 1951 (imagem abaixo), sobre a conclusão e a importância do aeroporto para o município e região. Ainda, informou sobre os voos que a companhia aérea Real faria de/para Caxambu, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.


Posteriormente, O Patriota soltou outra nota no exemplar nº 1.387 do dia 20 de março de 1951 (imagem abaixo), enaltecendo mais uma vez o Aeroporto de Caxambu, o impacto causado após sua inauguração, as novas aquisições (aparelho de rádio e farol) fornecidas pela companhia aérea Real e a movimentação intensa de aviões (12) e de embarques e desembarques de passageiros (150).

(Fonte: O Patriota: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=763209&Pesq=aeroporto&pagfis=1085)

     Aeroporto de Caxambu e a Escola de Aviação Civil

     O Aeroporto de Caxambu está localizado na Rodovia BR-267, Rodovia Vital Brasil, S/N, tem 11km de distância até a cidade de Caxambu, sua pista é asfaltada com 1.500m de comprimento x 30m de largura, 865m de altitude e balizamento noturno. Possui excelente localização geográfica e é maior do que o aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

     Atualmente recebe voos executivos de empresários que atuam na região movimentado a economia, turistas, Polícia Militar e Civil (dando uma resposta rápida à população), Corpo de Bombeiros no combate a incêndios, emergências e UTIs aéreas no transporte rápido de enfermos, sejam eles por doença ou acidentes.

     Nele está localizada a Sede da ATP FlightSchool – Centro de Instrução de Aviação Civil, que é responsável pela formação completa para os cursos práticos de avião: Piloto Privado, Piloto Comercial, Voo por Instrumentos, Multimotor e Instrutor de Voo, conta com o trabalho de 5 instrutores sendo 2 examinadores credenciados pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil e recebe alunos de todo o Brasil. Segurança de voo, agilidade operacional e qualidade são os principais pilares.

     Tem uma estrutura completa para a máxima otimização e aproveitamento dos cursos teóricos e práticos oferecidos: hangar, sala de briefing, frota completa de aeronaves, simulador de voo, abastecimento próprio, estação meteorológica de apoio, checadores credenciados pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil etc.

     Além disso, realiza voos panorâmicos sobre a cidade (atração turística muito procurada para quem nos visita), possui 4 aeronaves de diferentes modelos: Cessna 152 (2 aeronaves), Cessna 172 e PA 34 (Seneca III) e um alojamento para os alunos localizado no centro de Caxambu.

     A ATP propaga o nome de Caxambu para todo país através dos profissionais que lá se formam e que atuam em aviações executivas e comerciais como: Azul Linhas Aéreas, Azul Conecta e Gol Linhas Aéreas.

(Fotos: ATP FlightSchool – Centro de Instrução de Aviação Civil)

Alteração do nome do Aeroporto

     Em 2011, o Vereador Arnaldo Ribeiro propôs, através de Projeto de Lei que o aeroporto passasse a denominar-se “Aeroporto Regional de Caxambu – Circuito das Águas – Dr. Fernando Levenhagen de Mello”. O projeto foi aprovado, e o então Presidente, Vereador Avilmar Hemetério sancionou a Lei 2058/2011 em 22/09/2011.

(Placa de registro de Patrimônio do Aeroporto de Caxambu)

Primeiro avião que sobrevoou em Caxambu

     Há 90 anos, o primeiro avião estava sobrevoando em Caxambu. Foi no dia 14 de novembro de 1932. Ele pertencia ao Correio Aéreo Militar, vindo do Rio de Janeiro, sendo pilotado pelo Tenente “O’Reilly”. Como mostra a foto, ele não estava a uma altitude tão elevada, por isso foi possível fotografá-lo, ver sua matrícula (KC 624) e registrar esse grande marco para a época e para a população Caxambuense.

 

(Fotos 1 e 2: Acervo do Centro de Documentação e Memória da Câmara Municipal de Caxambu. Foto 3: Blog Família Ayres)

(Fonte: https://familiaayresontemhojesempre.blogspot.com/2017/08/o-primeiro-aviao-sobrevoar-caxambu-e-o.html)

Link para acesso às imagens:
https://postimg.cc/gallery/CM0Btqy